4 estratégias para aumentar o número de matrículas no seu polo educacional

Tempo de Leitura: 3 minutos

Seja em momentos mais estáveis ou de crise econômica, polos educacionais se deparam com uma demanda constante: aumentar o número de matrículas. Isso é bastante importante para manter o fluxo de caixa, o nível de ocupação dos espaços de modo custo-eficiente e garantir o sucesso do negócio no longo prazo.

E, para captar novos alunos constantemente, é preciso proatividade. Não se deve esperar que oportunidades ou, mesmo, dificuldades batam à porta: é importante ter um plano gerencial e comercial que proporcione lucratividade e crescimento ao longo do ano inteiro.

Para ajudar você a lidar com esse desafio, listamos quatro estratégias para aumentar o número de matrículas no seu polo educacional. Que tal começar a colocá-las em prática? Saiba mais a seguir!

1. Invista em marketing educacional

Henry Ford (1863-1947), empreendedor e fundador da Ford Motor Company, afirmou que "deixar de investir em publicidade para poupar dinheiro é como parar o relógio para economizar tempo”. Certa vez, ele também disse que se "tivesse um único dólar, investiria em propaganda".

De fato, as estratégias de divulgação e marketing são fundamentais para o sucesso dos negócios. E isso é fator-chave para aumentar o número de matrículas. Afinal, é preciso que seu público de interesse saiba que seu polo existe, oferece diferenciais e conta com formações ideais para impulsionar o aprendizado e a carreira. Somente com isso você conseguirá tornar sua marca forte e conhecida, o que por si só já é um ativo que contribui para captar alunos.

Portanto, avalie ações como desenvolver e modernizar seu site (tornando-o responsivo, por exemplo, para proporcionar uma experiência de acesso via celular e tablet mais assertiva) e fazer divulgações em empresas (procurar pela área de recursos humanos para propor parcerias pode ser uma boa tática).

Considere também ter uma presença consistente nas redes sociais e em mídias fortes em sua comunidade, além de informações atualizadas em canais gratuitos, como o Google Meu Negócio.

2. Crie um programa de indicações

Uma das melhores formas de acelerar a captação de novos alunos e, ao mesmo tempo, reduzir seu CAC (Custo de Aquisição de Cliente) é conquistar a indicação de contatos junto a seus alunos atuais.

As recomendações são instrumentos valiosos para ambas as partes. Quando se obtém uma indicação de um amigo, colega ou familiar, o risco de insatisfação é menor e a segurança da decisão é maior. Já para o negócio, esse é um caminho para aumentar o número de matrículas com um menor esforço e custo de divulgação.

Uma pesquisa demonstrou que mais de 90% dos membros da geração Y já tomaram uma decisão de compra a partir da recomendação de alguém conhecido. Ainda, 89% deles afirmaram que confiam mais na indicação de sua rede de contatos do que na divulgação das empresas.

Dados como esses demonstram o poder que as indicações têm para os negócios. Portanto, avalie instituir um programa que incentive que seus alunos façam indicações e obtenham algum benefício em troca - como brindes, descontos ou um curso adicional.

3. Modernize seu polo educacional

Hoje, vivemos uma realidade mercadológica de hiperconcorrência. E isso também inclui o setor de educação.

Quem está em busca de um curso para desenvolver determinada habilidade sabe que há no mercado diversas escolas presenciais, EaD ou híbridas ofertando treinamentos. E essa diversidade torna as pessoas ainda mais criteriosas e seletivas em suas decisões.

Por isso, é necessário manter seu polo educacional sempre com diferenciais, que sejam valorizados por seu público de interesse. E isso inclui acompanhar a atualização tecnológica, oferecer instalações acessíveis e confortáveis, ter um corpo docente qualificado e uma proposta pedagógica inovadora. Com isso, você instrumentalizará seu polo para que a prospecção seja mais ágil e eficiente.

4. Diversifique os cursos oferecidos

As necessidades do mercado de trabalho e, por consequência, dos alunos, estão mudando constantemente. Nesse sentido, ter um portfólio que não se adeque a essa realidade pode tornar seu polo obsoleto e dificultar a captação de novos alunos. Por isso, é sempre importante olhar para o mercado e detectar tendências em alta, oportunidades rentáveis e lacunas educacionais da sua comunidade. 

Hoje, por exemplo, cursos de idiomas, marketing digital e desenvolvimento de sistemas e aplicativos estão entre as opções mais requisitadas para suprir demandas imediatas no mercado de trabalho.

Fazendo essas atualizações, você poderá expandir o portfólio de cursos ofertados e tornar seu polo muito mais atrativo para novos estudantes!

Para saber mais sobre como aumentar o número de matrículas, leia nosso artigo e descubra como abrir uma escola de idiomas em um polo educacional!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS