5 negócios de baixo investimento

Tempo de Leitura: 3 minutos

Por vezes, nossos sonhos são maiores que as nossas possibilidades. Mas nem sempre é assim. Mesmo que você esteja procurando por negócios de baixo investimento, as oportunidades são muitas! Bastam pesquisa, planejamento e dedicação.

São diversas as opções para quem quer abrir um negócio próprio, ampliar algum empreendimento familiar ou dar uma sacudida na carreira e partir para algo novo. E ter poucos recursos financeiros não será um entrave pra você alcançar seus objetivos de vida!

Licenciamento, franquia, consultoria, e-commerce, criação da sua própria marca, fazer parte de uma rede mundial... Estes e mais uma dezena de modelos de negócios de baixo investimento já devem ter passado por sua cabeça nessa altura do campeonato, não é mesmo?

No entanto, agora é a hora de afunilar esse monte de ideias e partir para a concretização. Porque só sonhar não paga suas contas no final do mês. Vamos à lista de alternativas!

5 negócios de baixo investimento: hora de quebrar o cofrinho!

1. Serviços educacionais são a bola da vez

Você já deve ter pensado em adquirir uma licença. E fez bem! Quem quer atuar em negócios de baixo investimento deve pensar seriamente nessa oportunidade. Afinal, o licenciamento é um modelo de negócio viável e seguro.

Um dos setores mais promissores, segundo especialistas, é o de serviços educacionais. E você pode entrar nesse mercado por meio de uma escola de idiomas ou através de uma licença, que permita ministrar cursos livres visando a qualificação profissional, por exemplo.

Se a sua família já tem um polo educacional e entende bem de gestão escolar, você pode abrir o leque de serviços oferecidos. Isso atrai os próprios alunos para frequentar a escola no contraturno, além de pais, familiares e amigos.

Afinal, o aprendizado de novas habilidades tem sido uma demanda de pessoas de todas as idades. E lembre-se: o fato de você começar usando uma marca já consolidada no mercado significa mais chances de êxito!

2. Receitas exclusivas

Além do retorno rápido e da chance de crescimento em pouco tempo, atuar com comida artesanal é também um bom negócio. Cada vez mais em alta, a culinária abre o apetite de quem quer empreender sem gastar um exagero.

Se seus itens forem artesanais, seguindo aquelas receitinhas do caderno da vovó, melhor ainda! Geleias caseiras, doces, temperos, queijos, pizzas, bolos e biscoitos têm boa saída em qualquer tempo.

Sabendo cuidar bem da higiene, atendendo as regras sanitárias e tendo embalagens descoladas mas não onerosas, o sucesso é praticamente certo. Pense nisso!

3. Sempre presentes

Quer ver uma coisa que nunca sai de moda? Andar de bicicleta! Seja para o lazer ou como opção de transporte mais barata e não nociva ao meio ambiente, as bikes fazem parte da vida de adultos, jovens e crianças.

Entre os negócios de baixo investimento, abrir um estabelecimento de acessórios e reparos é fácil e oportuno. Esta ideia é interessante porque pode começar com consertos e, no curto prazo, se transformar em um ponto de comercialização!

4. Todos saem ganhando

Já que estamos falando em sustentabilidade, trabalhar vendendo fraldas de pano ecológicas ou calcinhas absorventes, confortáveis para adultos e idosos, por exemplo, pode ser uma possibilidade vantajosa! Ainda, trata-se de uma tendência muito interessante.

Mais do que nunca, pessoas se preocupam verdadeiramente com as questões do planeta Terra. Mesmo que, às vezes, tais produtos possam parecer um resgate do que já tivemos no passado. E as fraldas de pano são um ótimo exemplo disso. Elas estão voltando! Neste caso, os bebês ganham mais conforto e maciez. E o planeta agradece por receber menos lixo proveniente das fraldas descartáveis.

Além de comercializar esse tipo de fralda, quem sabe você também não presta outros serviços para mães e pais ocupados: retirar as fraldas sujas em domicílio e devolver limpas e cheirosas de volta seria um ótimo exemplo!

5. Festas para todos os gostos e idades

Que tal atuar no ramo de organização de eventos? Esta iniciativa também está entre os negócios de baixo investimento. Você pode fazer um curso na área e depois partir para fazer uma divulgação bem criativa e atraente.

Planejar festas de casamentos, aniversários infantis, celebrações de bodas, inaugurações, pequenos shows, bailes pra terceira idade, eventos corporativos, festas de fim de ano, formaturas... Enfim, a lista de cerimônias que precisam de pessoas detalhistas e responsáveis é gigante!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS