Investimentos para polo educacional: conheça as opções

Tempo de Leitura: 3 minutos

Em negócios de qualquer natureza, continuar sempre inovando por meio de novos investimentos é uma questão de sobrevivência. Num polo educacional, diversas áreas demandam recursos e estratégias para otimização de resultados. Cabe ao gestor priorizar necessidades.

Afinal, as instituições de ensino devem apresentar diferenciais competitivos para fidelizar atuais alunos e conquistar novas matrículas. Infraestrutura, tecnologia, pessoal são os primeiros setores que chamam atenção. São importantes, sem dúvida.

Porém, vale muito a pena pensar que a oferta de cursos livres em um learning center de uma instituição de ensino pode atrair ainda mais interesse de estudantes ávidos por conceitos modernos de aprendizado.

Veja, então, algumas opções de investimentos

1. A execução de todos os projetos da escola depende da tecnologia

Certamente, você já deve ter ouvido falar sobre a Educação 4.0. Como ocorre na indústria, o segmento de prestação de serviços também vem passando por transformações.

Os processos de aprendizagem nas escolas tiveram que se reinventar ao longo dos últimos anos. Movimento que se acelerou com a chegada da pandemia do novo coronavírus.

As mudanças vão desde o professor, que já não ocupa mais somente a função determinante de atuar como peça central em sala de aula, até o ensino e a aprendizagem por meio de exercícios repetitivos que caíram em desuso.

Para oferecer a chamada aprendizagem híbrida, aluno e escola precisam contar com o suporte indispensável da tecnologia. Hoje se ensina e se aprende em qualquer lugar e em todos os horários.

Todas as informações estão na Internet, mas são as escolas e os professores, ou tutores, que as transformam em conhecimento e as disseminam, compartilhando conteúdos relevantes. Você consegue imaginar esta rede de fontes de transmissão sem a tecnologia?

Portanto, avaliar o quanto a parte administrativa, a educação em si e sua estrutura de TI estão atualizadas é um passo decisivo no seu plano de gestão escolar.

A tecnologia é fundamental pra execução de todos os projetos de uma instituição de ensino e merece investimentos na mesma medida.

2. Infraestrutura educacional requer ambientes confortáveis e colaborativos

Sua instituição de ensino está precisando melhorar a infraestrutura educacional? Aspecto também muito considerado pelos estudantes e responsáveis na hora de escolher uma escola, a infraestrutura precisa de investimentos essenciais.

Espaços como quadras esportivas e laboratórios são importantes, mas já não bastam. Para realmente melhorar o nível de aprendizagem dos estudantes, maximizando os resultados do ensino, os recursos físicos necessários vão além disso.

Os ambientes devem proporcionar bem-estar, conforto e múltiplas possibilidades de crescimento intelectual.

Estes benefícios propiciam que os alunos tenham melhor rendimento. Há, inclusive, uma pesquisa do Banco Internacional de Desenvolvimento (BID) que já mostrava, em 2011, que o desempenho dos estudantes matriculados em instituições com boa infraestrutura escolar é bastante superior àqueles que não contam com isso.

Desta forma, verifique o que pode ser feito no seu empreendimento para aumentar a satisfação dos alunos, além de elementos como preço, qualidade de ensino, métodos educacionais e professores qualificados.

Investimentos em recursos inovadores que tornam os ambientes mais confortáveis aumentam o engajamento dos alunos, o que traz mais um diferencial competitivo aos estabelecimentos de ensino.

3. Cursos livres em learning center

Para atender às atuais exigências do mercado, oferecer cursos livres pode ser a estratégia ideal. É o pulo do gato em termos de flexibilidade e sinal do respeito à premissa de que cada aluno aprende no seu ritmo. Neste caso, o investimento é menor e com boas chances de retornos maiores.

O aumento de receita é certo já que, ao implementar cursos livres, você tem custos menores porque aproveita a estrutura que já tem. E ainda torna possível a oferta de mais oportunidades com valores mais atraentes para o seu público-alvo. É assim que uma escola ou Instituto de Ensino Superior (IES) sai na frente da concorrência.

Os cursos livres podem ser frequentados por crianças, adolescentes e adultos. São eles que escolhem o curso ideal dentro de um learning center (em português: unidade de estudo). 

De bônus, a escola também evita a temida evasão escolar e consequente queda de receita. Sem contar as piores perdas, que são aquelas causadas pela interrupção dos estudos na vida dos alunos. 

Se você vê nos cursos livres uma boa oportunidade para seus próximos investimentos, pesquise sobre a modalidade de licenciamento. Uma excelente maneira de agregar valor ao seu negócio sem gastar muito.

Leia, agora, como melhorar a gestão escolar e oferecer cursos interativos na sua escola.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CONFIRA A ESCOLA MAIS PRÓXIMA DE VOCÊ